terça-feira, 24 de abril de 2012



sexta-feira, 20 de abril de 2012

Se você tem filho(s) em fase de crescimento...criança...leia com atenção e repasse essa matéria do Update or Die, na íntegra, todos os direitos são do autor " Wagner Brenner"!


O QUE ACONTECE QUANDO VOCÊ FICA ELOGIANDO A INTELIGÊNCIA DE UMA CRIANÇA

Gabriel é um menino esperto.
Cresceu ouvindo isso.
Andou, leu e escreveu cedo.
Vai bem nos esportes.
É popular na escola e as provas confirmam, numericamente e por escrito, sua capacidade.
“Esse menino é inteligente demais”, repetem orgulhosos os pais, parentes e professores. “Tudo é fácil pra esse malandrinho”.
Porém, ao contrário do que poderíamos esperar, essa consciência da própria inteligência não tem ajudado muito o Gabriel nas lições de casa.
- “Ah, eu não sou bom para soletrar, vou fazer o próximo exercício”.
Rapidamente Gabriel está aprendendo a dividir o mundo em coisas em que ele é bom, e coisas em que ele não é bom.
A estratégia (esperta, obviamente) é a base do comportamento humano: buscar prazer e evitar a dor. No caso, evitar e desmerecer as tarefas em que não é um sucesso e colocar toda a energia naquelas que já domina com facilidade.
Mas, como infelizmente a lição de casa precisa ser feita por inteiro, inclusive a soletração, de repente a auto-estima do pequeno Gabriel faz um… crack.
Acreditar cegamente na sua inteligência à prova de balas, provocou um efeito colateral inesperado: uma desconfiança de suas reais habilidades.


Inconscientemente ele se assusta com a possibilidade de ser uma fraude, e para protegê-lo dessa conclusão precipitada, seu cérebro cria uma medida evasiva de emergência: coloca o rótulo dourado no colo, subestima a importância do esforço e superestima a necessidade de ajuda dos pais.
A imagem do “Gabriel que faz tudo com facilidade” , a do “Gabriel inteligente” (misturada com carinho), precisa ser protegida de qualquer maneira.
Gabriel não está sozinho. São muitos os prodígios, vítimas de suas próprias habilidades de infância e dos bem intencionados e sinceros elogios dos adultos.
Nos últimos 10 anos foram publicados diversos estudos sobre os efeitos de elogios em crianças.
Um teste, realizado nos Estados Unidos com mais de 400 crianças da quinta série (Carol S. Dweck / Ph.D. Social and Developmental Psychology / Mindset: The New Psychology of Success), desafiava meninos e meninas a fazer um quebra-cabeças, relativamente fácil.
Quando acabavam, alguns eram elogiados pela sua inteligência (“você foi bem esperto, hein!) e outros, pelo seu esforço (“puxa, você se empenhou pra valer hein!”).
Em uma segunda rodada, mais difícil, os alunos podiam escolher entre um novo desafio semelhante ou diferente.
A maioria dos que foram elogiados como “inteligentes” escolheu o desafio semelhante.
A maioria dos que foram elogiados como “esforçados” escolheu o desafio diferente.
Influenciados por apenas UMA frase.
O diagrama abaixo mostra bem as diferenças de mentalidade e o que pode acontecer na vida adulta.


O Malcom Gladwell tem um ótimo livro sobre a superestimação do talento, chamado “Fora de Série” (“outliers”). Lá aprendi sobre a lei das 10 mil horas, tempo necessário para se ficar bom em alguma coisa e que já ensinei pro meu filho.
Se você tem um filho, um sobrinho, ou um amigo pequeno, não diga que ele é inteligente. Diga que ele é esforçado, aventureiro, descobridor, fuçador, persistente.
Celebre o sucesso, mas não esqueça de comemorar também o fracasso seguido de nova tentativa.
UPDATE : Apenas alguns esclarecimentos a alguns dos comentários…
01. Não, eu não estou dizendo para não elogiar as crianças. E não, também não estou dizendo para você nunca dizer para o seu filho que ele é inteligente. É apenas uma questão de evitar o RÓTULO.
02. Evidentemente não sou o autor dessa tese/teoria, muito menos desse estudo citado no post. Escrevi justamente SOBRE essa linha de pensamento. Quem escreveu essa teoria foi Carol S. Dweck / Ph.D. Social and Developmental Psychology / Mindset: The New Psychology of Success(http://news.stanford.edu/news/2007/february7/dweck-020707.html) como foi citado acima e nos comentários também.
03. Gostaria de aproveitar o update e agradecer pelos inúmeros comentários e likes, o que prova o quanto esse assunto é fascinante. Obrigado!
http://www.updateordie.com/



quinta-feira, 5 de abril de 2012

Recebi este texto da minha querida colega Marynês Pereira...leia com atenção!

SUCESSO

Braulio


LIDERE-SE ! Você é muito melhor do que imagina.

É verdade. Você não acredita? Então leia até o final.
Conheço muitas pessoas que me perguntam nas sessões de Coaching:
- Por que minha carreira não "decola"?
Vamos analisar algumas hipóteses  antes de darmos uma resposta à pergunta acima :
1. Você não está exercendo os seus TALENTOS, consequentemente, não vive sua carreira todos os dias com PAIXÃO.Você faz o que faz, por obrigação, para pagar as contas , apenas.
2. Você não se conhece muito bem. Adota comportamentos que afastam as pessoas de você e por isso , ninguém lhe abre as portas.Você não tem controle emocional.
3. Você é apenas mais um na imensidão de pessoas que oferecem a mesma coisa que você.
4. Sua autoestima é baixa e portanto,  as pessoas "espertinhas" acabam explorando e manipulando você.
5. Você se desgasta dando mais às pessoas do que recebe em troca.
6. Você não faz network.
7. Ninguém sabe o que você faz, só a sua mãe.
8. Você resiste às mudanças e não está " antenado" com as tendências.
9. Você não estuda. Não tem tempo, pois, está correndo atrás de trabalho o tempo todo.
10. Você não sabe o que quer, não tem objetivo.

Agora responda às perguntas abaixo:

1. Alguém na sua área fez ou faz sucesso com algo semelhante ao que você oferece ou quer oferecer?
2. Que problema do seu cliente você soluciona?
3. Alguém com a mesma formação , sexo, condição financeira e cultural que a sua, fez sucesso no mesmo mercado que você está inserido?
4. O seu mercado está preparado para as suas idéias? São abertos? Preconceituosos?Resistentes?
5. O que as pessoas comentam sobre você e o seu trabalho?

É importante entender o contexto do mercado em que você está inserido, baseado em fatos e não em crenças ou suposições criadas  por você. 
Muitas vezes acreditamos em alguns projetos e sonhos , mas nem sempre somos compreendidos ou aceitos pelo mercado em que estamos inseridos profissionalmente e neste caso,  você tem as alternativas de: a) acreditar em seu sonho e continuar perseverando tendo a consciência de que pode demorar muito a colher os frutos. Exemplo disso é o Nietzsche, influente filosofo alemão cujas idéias e livros fizeram sucesso 200 anos após a sua morte. Ele se autodenominava autor póstumo e dizia que seus leitores estavam para nascer.  b) parte para uma outra área, mercado ou país, onde possa colocar suas idéias sem tanta dificuldade e ser recebido de braços abertos  em função da possibilidade desse novo mercado ter mais maturidade para entender você.
Algumas situações são reais e você deve ter consciência delas e das dificuldades que irá enfrentar. NÃO FANTASIE O SUCESSO, ele será fruto e resultado de disciplina, perseverança e paixão. Onde estiver seu coração, lá estará o seu SUCESSO. Mas não espere que TODAS AS PESSOAS GOSTEM DE VOCÊ OU ACATEM ÀS SUAS IDÉIAS E PROJETOS. Às vezes nem seus amigos o apoiam.

Agora vamos traçar um PLANO DE AÇÃO para sua carreira DECOLAR:

1. AUTOCONHECIMENTO. Invista em conhecer os seus talentos, seu perfil comportamental e liberte-se de suas crenças limitantes e dos "espertinhos" que manipulam você e sua autoestima.
2. REDES SOCIAIS .Participe das redes sociais, escreva artigos, coloque vídeos e fale de você para um grupo que quer lhe escutar .Participe de grupos de discussão, troque informações.
3. SOCIABILIZAÇÃO. Participe de eventos sociais e culturais , aceite convites , pois, é uma forma de você ampliar sua rede de contatos.Reserve um tempo para você e seus amigos. Promova almoço de negócios com seus amigos profissionais pelo menos a cada 15 dias.Dê atenção aos seus amigos.Compartilhe informações de interesse.
4. COMUNICAÇÃO .Comunique as suas conquistas, o que você vem fazendo.Fale mais de você. Não tenha medo de parecer "exibido", pois, seus amigos o avisarão se isto ocorrer e você com certeza tem bom senso. Tem gente que diz que não gosta de fazer marketing e que quem quiser que o procure. Esta atitude , apesar de parecer de uma pessoa modesta e humilde, é muito arrogante.Pressupor que as pessoas o acharão sem você se expor é típico de quem já fez muito e chegou no TOPO, mesmo assim conheço muitos profissionais que estão no TOPO  e continuam divulgando as soluções que oferece a seus clientes.
5. INOVAÇÃO. Antecipe as tendências , tenha um diferencial que o torna único no que faz, seja pelo tema que você aborda, pela maneira como aborda ou como aplica seus serviços.
6. DAR E RECEBER. Mantenha o equilíbrio entre aprender a receber a ajuda de outras pessoas e , também ajudar outras pessoas.
7. PLANEJAMENTO. Saiba exatamente onde e quando quer chegar e prepare-se para isso.Acompanhe o seu desenvolvimento. Tenha cronograma de ações, controle financeiro de suas despesas e receitas, faça um histórico de suas conquistas e resultados.
8. CONHECIMENTO . Estude muito. Leia livros, revistas e conheça quem são os principais autores que contribuem para a sua área. Participe de eventos e convenções e troque cartões de visitas com os participantes de eventos. Faça cursos.Continue estudando e aprendendo.
9. ÉTICA. Não traia os seus princípios e valores. Acredite , apesar dos mau exemplos, é possível sim ter SUCESSO  e ser ético.
10. AÇÃO. Tire seus projetos do papel e comece hoje mesmo a procurar as oportunidades que estão todas espalhadas por aí , apenas esperando por você, basta prestar atenção e ter FOCO EM SOLUÇÃO.

Agora é com você fazer a sua carreira "DECOLAR".
Marynês Pereira
marynes@providersolutions.com.br
 






Av Paulista, 726 17 ° andar Bela Vista São Paulo/SP
Cep: 01310-910
Fone: +55 11 3254-7459 ? Fax: +55 11 3254-7628